Biologia Computacional e Sistemas - IOC

Programa de pós-graduação stricto sensu em biologia computacional e sistemas

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Início do conteúdo

Histórico


O Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Biologia Computacional e Sistemas do Instituto Oswaldo Cruz (PGBCS/IOC/FIOCRUZ) teve seus cursos de mestrado e doutorado credenciados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) em 2007. As primeiras turmas foram abertas em 2008. O Programa está credenciado com conceito 4 junto à Capes, no triênio 2007-2009.

O Programa surgiu a partir da área de concentração do Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Biologia Celular e Molecular do Instituto Oswaldo Cruz (PGBCM/IOC/Fiocruz), criada em 2003, cuja ideia era sistematizar o ensino de técnicas matemáticas e computacionais no Instituto. No entanto, o Programa passou por uma reestruturação dois anos depois, extinguindo-se a área de concentração.

A partir deste contexto, a discussão para a criação de um Programa de Pós-graduação Stricto sensu com esse viés foi retomado, culminando na criação do PGBCS e seu consequente credenciamento em 2007. A implementação do Programa teve o apoio e a participação de docentes dos diferentes Programas de Pós-graduação Stricto sensu do IOC, do Programa de Computação Científica da Fiocruz e de diferentes instituições, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro, o Instituto Militar de Engenharia, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e o Laboratório Nacional de Computação Científica do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

 

*Atualizado em 12/08/2013.

Voltar ao topoVoltar